Acordo para preservação da Bacia do Descoberto

O programa Produtor de Água é promovido pela Agência Nacional de Águas (ANA) e desenvolvido no âmbito estadual pelas entidades locais, como Caesb, Adasa, Saneago, além de secretarias de Meio Ambiente dos dois estados

Os governos do Distrito Federal e de Goiás firmaram nesta sexta-feira (22) – para marcar o Dia Mundial da Água – Acordo de Cooperação Técnica (ACT) que prevê ações conjuntas de proteção à Bacia do Rio Descoberto, que abrange os dois estados. O vice-governador do DF, Paco Britto, representando o governador Ibaneis Rocha; e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, assinaram o documento, além dos secretários de Meio Ambiente do DF, Sarney Filho; e da Sema de Goiás, Andrea Vulcani; e dirigentes dos demais órgãos envolvidos no programa Produtor de Água.

Durante a cerimônia, o governador Ronaldo Caiado também assinou decreto criando o Parque Estadual de Águas Lindas, de 2.100 hectares, que ajudará na proteção do reservatório do Descoberto, que hoje atende a 65% da população do DF.

O vice-governador, Paco Britto, defendeu a necessidade de ações para impedir que o Distrito Federal volte a enfrentar os efeitos de uma crise hídrica. “O reservatório do Descoberto já chegou a um nível crítico de 5.7% de seu volume de água, e dessa crise tiramos lições que estamos agora colocando em prática”, afirmou. Diante da escassez de água, entre 16 de janeiro de 2017 e 14 de junho de 2018, o DF passou por um rigoroso racionamento de água.

Paco Britto elogiou o programa Produtor de Água, e falou sobre a importância da adesão dos agricultores às iniciativas que estabelecem a recuperação de áreas degradadas e a proteção de nascentes e rios, entre outras ações.

O secretário de Meio Ambiente do DF, Sarney Filho, alertou para a necessidade de novas parcerias em defesa do meio ambiente e do clima. “Se queremos um futuro melhor, precisamos agir agora e é isso que os governadores Ibaneis e Caiado estão fazendo aqui,” afirmou.

“Hoje, Dia Mundial da Água, não é seguramente um dia para comemorar, mas para refletir diante dos graves problemas que enfrentamos com as mudanças climáticas, que causam repercussões sérias nos regimes de chuvas de todo o mundo”, alertou. “As ações para diminuir os impactos do aquecimento do Planeta são urgentes”, defendeu.

Produtor de Água

O programa Produtor de Água é promovido pela Agência Nacional de Águas (ANA) e desenvolvido no âmbito estadual pelas entidades locais, como Caesb, Adasa, Saneago, além de secretarias de Meio Ambiente dos dois estados. O programa destina-se a proteger as nascentes localizadas nas propriedades rurais localizadas na Bacia do Descoberto.

O Produtor de Água já está em operação na bacia do Ribeirão Pipiripau, no Distrito Federal, e prevê uma série de ações para a proteção de mananciais. Além disso, há uma remuneração em dinheiro para produtores rurais que adotem práticas de proteção ao meio ambiente, hoje paga pela Caesb.

O presidente da Caesb Fernando Leite explicou que a parceria com o governo de Goiás permite traçar as melhores estratégias para gestão sustentável do território, como já ocorreu no Pipiripau. “Agora, queremos obter o mesmo avanço na Bacia do Descoberto”, afirmou.

Fonte: brasiliaagora / capitaldoentorno

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*