Corpos de mais vítimas de incêndio no CT do Flamengo serão enterrados

Os corpos de mais cinco dos atletas de base que morreram em consequência do incêndio no alojamento do Centro de Treinamento do Flamengo, na última sexta-feira (8/2), serão sepultados nesta segunda-feira (11).

Dos cinco, apenas um será enterrado no Rio, Samuel Thomas de Souza Rosa, de 15 anos, no período da tarde, no Cemitério de Vila Rosali, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

O corpo de Jorge Eduardo Santos, 15 anos, será levado para Além Paraíba, na Zona da Mata Mineira (MG); o corpo de Áthila Souza Paixão, de 14 anos, vai ser sepultado em Lagarto, em Sergipe; e os de Rykelmo de Souza Viana, de 16 anos, e de Gedson dos Santos, 14 anos, serão enterrados no interior de São Paulo. O primeiro em Limeira, e o segundo em Itararé.

O incêndio, que ocorreu nas primeiras horas da última sexta-feira, teria começado no ar-condicionado do quarto de número seis do Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, na zona oeste da cidade, e causou a morte de dez atletas da categoria de base do rubro-negro, deixando três feridos, um em estado grave.

Todas as vítimas eram jogadores da categoria de base do time e tinham entre 14 e 16 anos. O fogo destruiu parte dos alojamentos do centro técnico.

Dos dez atletas, cinco foram enterrados, em meio a muita comoção, no domingo (10): Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, 14 anos, Bernardo Pisetta, 14 anos, Christian Esmério, 15 anos, Pablo Henrique da Silva Matos, 14 anos, e Vitor Isaías, 15 anos.

O incêndio deixou três atletas feridos: Jonathan Ventura, de 15 anos, que segue internado em estado grave no Hospital Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio; Francisco Dyogo, que continua internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, e apresenta estado de saúde estável; e Cauan Emanuel, que também estava no Hospital Vitória mas recebeu alta nesta segunda-feira.

Fonte: Metropoles
Author: Agência Brasil

Comentários estão bloqueados.