DF – Obra parada traz o caos aos moradores do Guará Park. Ruas têm buracos de quase dois metros de profundidade

Uma obra para canalização de águas pluviais,  que na prática deveria ser motivo de muito orgulho para os moradores do Guará, especialmente para quem vive no bairro Guará Park, virou motivo de grande preocupação e revolta. A região convive há quase um ano com ruas completamente esburacadas, lamaçal e riscos constantes de acidade divido aos estragos causados no asfalto pela enfadonha obra. Por ali, às margens da linha férrea, no Guará II, abaixo da QE 40, moradores dos condomínios do Guará Park mal conseguem atravessar até mesmo a pé algumas das principais vias que dão acesso às casas.

Morador do local, o comerciante Antônio Girotto reclama do descaso: “Uma falta de respeito”

A reportagem do Jornal GuaráHOJE/Cidades esteve no local no último domingo (24/3). Após várias reclamações à Redação do jornal, a equipe ouviu muitas reclamações de moradores no local e pedidos de ‘socorro’ para que alguma autoridade possa fazer algum tipo de interferência para amenizar o sofrimento de pelo menos dois mil moradores que convivem com a situação diariamente e mal conseguem chegar às suas casas devido às crateras resultantes da obra parada.

Dono de um campo sintético na região, Sr. José Cleiton Matos disse que já fez de tudo chamar atenção das autoridades, mas até agora não teve efeito. “Já joguei cimento com cal para tentar encobrir parte dos buracos, plantei uma bananeira para chamar atenção, mas até agora, ninguém fez nada”, reclama.

Em alguns locais buracos passam de um metro de profundidade

Morador do bairro, o comerciante Antônio Girotto, disse que é uma verdadeira falta de respeito o que está acontecendo na região. “Em 2018, passaram por aqui para canalizar as águas pluviais, mas deu nisso, uma obra enfadonha, inacabada, que nos causa riscos constantes com essa buraqueira toda sem que ninguém faça nada”, disse.

Ele explica que até certo ponto a obra seguia normalmente, mas de repente parou sem nenhum aviso ou placa, nada. Falou ainda que a Administração Regional do Guará, nem na atual gestão ou gestão anterior se manifestou em trazer uma solução.

Várias ruas tiveram o asfalto arrancado e desde então obra está parada

Até para quem visita o bairro a situação é difícil. “Vim aqui encontrar uns amigos, mas não estou conseguindo passar nessas ruas, está um caos, disse Genilda de Alencar, moradora da Asa Norte.

O Jornal GuaráHOJE/Cidades apurou que a obra em questão faz parte de um complexo de obras feito por um consórcio. Uma placa colocada nas proximidades avida que a obra seria tocada pelo Consórcio Park Way, e tem valores orçados em mais de 29 milhões de reais, com início em 4/72017 e término em 21/12/19. Embora ainda falte mais de oito meses para a entrega dos trabalhos, há quase um ano a obra não anda e o que sobrou foram crateras pelo asfalto do bairro Guará Park.

Cleiton Matos diz que seu comércio é afetado diariamente com a buraqueira: “Clientes diminuíram”

Pelas redes sociais, o deputado Rodrigo Delmasso (PRB) se manifestou em ajudar na busca de uma solução, embora não tenha responsabilidade sobre a obra. Por telefone nesta manhã de segunda-feira (25) a reportagem não conseguiu contato com o deputado.

Por email, a reportagem entrou em contato com a Novacap, responsável pela contratação da obra e aguarda um posicionamento do órgão para falar sobre o assunto.

Dona Genilda de Alencar disse que não esperava encontrar situação como essa no Guará

 

 

Fonte: extrapauta / blogdoamarildo / estruturalonline.com / blogdoulhoa
Author: admin

Comentários estão bloqueados.