Óculos para cego ler: clínica do DF libera tecnologia para 1 h de experiência

Equipamento custa quase R$ 20 mil; interessados precisam agendar horário por e-mail ou telefone; veja abaixo.

Óculos inteligentes que auxiliam pessoas com deficiência visual a ler e identificar objetos podem ser utilizado de graça em clínica no Distrito Federal. A tecnologia foi desenvolvida por empresa israelense e custa quase R$ 20 mil.

Mas as pessoas cegas ou com baixa visão podem experimentar o equipamento no Hospital de Olhos, na Asa Sul, por uma hora e pode repetir a experiência em outros dias. Para utilizar a tecnologia, o interessado precisa agendar um horário na clínica pelo telefone ou e-mail(veja abaixo).

É com esse aparelho que o servidor público André Luis Machado passou a ler livros e ganhou mais independência. Ele aponta para a página e o equipamento aciona a câmera, faz uma foto do que está escrito e, imediatamente, começa a leitura.

“Eu consigo ler livros, coisa que eu não conseguia já faz muitos anos… Isso faz a diferença na vida da gente, né?”

Os óculos também dizem para o André o que está escrito na tela do celular, na caixa do remédio e o ajudam a saber quanto dinheiro ele tem na carteira, por exemplo. O aparelho também auxilia na identificação das cédulas, falando o valor, apenas ao aproximar a nota a uma altura adequada. “Facilita bastante porque tem notas que são muito parecidas”.

Óculos inteligentes que ajudam deficientes visuais a ler pode ser utilizado de graça em clínica do DF — Foto: TV Globo / Reprodução

Óculos inteligentes que ajudam deficientes visuais a ler pode ser utilizado de graça em clínica do DF — Foto: TV Globo / Reprodução

“Aconteceu comigo uma vez de eu estar no ônibus, passar uma nota de R$100 achando que era uma nota de R$2. Então, assim, isso hoje é um grande auxílio que eu tenho para evitar esse tipo de problema.”

Identificação de pessoas

André começou a perder a visão há 25 anos. Ele deixou de dirigir, de jogar futebol e de ler, mas o aparelho transformou a rotina. Hoje, André também consegue identificar as pessoas que estão com ele com a tecnologia.

Equipamento ajuda deficientes visuais e idosos a ter qualidade de vida
Bom Dia DF

Equipamento ajuda deficientes visuais e idosos a ter qualidade de vida

Mas, primeiro, o equipamento precisa aprender quem são essas pessoas. Para isso, os óculos emitem sinal e André nomeia a pessoa que está em sua frente.

A oftalmologista Gláucia Matos explica que o dispositivo tem inteligência artificial moderna para auxiliar pessoas com deficiência visual em tarefas diárias como a leitura. Os óculos também reconhecem cores, cédulas de dinheiro e código de barras de produtos.

A profissional ressalta que o equipamento está disponível desde fevereiro e pode ser utilizado dentro da biblioteca inclusiva que existe na clínica. “A pessoa pode ficar um período de uma hora, conhecendo o aparelho. É só entrar em contato e agendar”,

Serviço

Para agendar horário na Clínica de Olhos

  • Local: 714/914 Sul
  • Telefone: 3038-8001
  • E-mail: baixavisao@visaohospitaldeolhos.com.br

Fonte: G1

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*