Os principais deuses indígenas da cultura brasileira

Conhecer a mitologia grega é uma das coisas mais divertidas e interessantes do mundo. O contato com a mitologia nórdica e também com a dos povos andinos – maias, incas e astecas – também é uma onda de prazer. Todas elas são bem representadas na televisão, no cinema, na literatura e nos mais diversos lugares. Mas você, por algum acaso, já ouviu falar da mitologia indígena brasileira?

Chega a ser impressionante a falta de conhecimento de grande parte da população sobre a cultura do nosso próprio povo. As tradições, línguas, conhecimentos e saberes dos povos indígenas não tem espaço na cultura de massa no país. Por isso, é comum que nomes como Tupã, Guaraci e Anhangá passem batido para você. Nós não sabemos ao menos os nomes principais que regem esse povo.

Como em toda cultura, as crenças tem um lugar cativo e os deuses tem o seu espaço. Você conhece algum deles? O Segredos do Mundo trouxe uma lista com os 8 principais deuses indígenas da cultura brasileira para você conhecer, e se inteirar um pouco mais da nossa cultura popular.

Confira os 8 principais deuses indígenas da cultura brasileira

1 – Tupã

Tupã, ou “Espirito do Trovão”, é o grande criador da vida. Além de dar origem ao mar, céus e terra, ele também ajudou o povo humano a plantar, fazer artesanato e caçar. Para os pajés, ele concedeu algumas habilidades extras sobre plantas, ervas medicinais e curas.

2 – Jaci

Jaci é a deusa filha de Tupã. Ela é a grande representante da noite e guardiã do luar. Ela é responsável pela reprodução. Os povos indígenas contam que ela planta a saudade no coração dos caçadores, para que eles voltem para suas esposas e cuidem da sua família.

3 – Guaraci

Guaraci é marido de Jaci, e auxiliou Tupã a criar a terra. Isso por que ele é o deus do sol e do fogo. Ele é o dia, assim como Jaci é a noite. Eles se encontram na aurora e no por do sol. Nestes dois horários, as índias fazem uma oração nesses dois horários para que Guaraci cuide dos seus maridos que estão caçando.

4 – Anhangá

Anhangá é o protetor dos animais e dos caçadores, porém, ele é a representação do mal. Ele é o arqui-inimigo de Tupã e é sempre associado as dimensões infernais. Seu espirito anda livre por ai, se transformando em animal selvagem no meio da mata.

5 – Akuanduba

Akuanduba, enquanto toca a sua flauta, traz harmonia para o mundo. Conta-se que ele jogou uma tribo inteira para dentro do mar para ver se aprendiam as virtudes da obediência. Ela sobreviveu e deu um novo rumo para as sua existência.

6 – Sumé

Sumé é o Deus das leis e das regras a serem seguidas. Sumé ensinou aos índios os saberes sobre como cozinhar a mandioca e utilizá-la no cotidiano como um importante fruto que a terra deu.

7 – Ceuci

Ceuci é a deusa das moradias e das lavouras, pois é ela quem protege e acolhe os frutos da nossa terra. É muitas vezes comparada à Virgem Maria, do catolicismo. Uma imagem de mãe protetora.

8 – Yorixiriamori

Yorixiamori tem um canto que enfeitiça as mulheres, despertando a inveja de muitos homens,. Eles tentaram persegui-lo e matá-lo a qualquer custo, já que o enxergavam como uma ameaça. Diz a lenda que ele fugiu sob a forma de um pássaro e é muito conhecido, principalmente pela cultura Ianomâmi.

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Praga Shawnee: maldição indígena que matou 7 presidentes dos EUA

Fonte: Megacurioso Laboratório de Educação

Imagem: Conteúdo MS Amino Mundo freak

O post Os principais deuses indígenas da cultura brasileira apareceu primeiro em Segredos do Mundo.

Fonte: Amenteemaravilhosa / Tudointeressante/ Gadoo / segredosdomundo.r7
Author: Toni Nascimento

Comentários estão bloqueados.