fbpx
Cidades

Pacote anticrime: votação na CCJ é adiada para depois do recesso


Ministro a Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, em reunião na Câmara dos Deputados, 2 de julho
Pacote anticrime foi proposto pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro| Foto: Pablo Valadares / Câmara dos Deputados

A votação do pacote anticrime, proposto pelo ministro Moro, será realizada somente após o recesso parlamentar que inicia em 18 de julho. O relator senador Marcos do Val (Cidadania-ES) chegou a ler um dos três projetos nesta quarta-feira (10) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, mas não houve votação. Se aprovada, a matéria segue direto para a Câmara – no entanto, algum senador pode apresentar recurso para apreciação no plenário. Uma versão do projeto também tramita na Câmara. Na terça-feira (9), o grupo de trabalho retirou do texto original o trecho que cita a prisão após condenação em segunda instância.

Leia Mais

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar