PCDF apura quatro queixas de eleitores que relataram problema em urnas

A Polícia Civil do Distrito Federal registrou quatro ocorrências de eleitores que apontaram supostos problemas em urnas eletrônicas no momento em que votavam para presidente da República. Os casos aconteceram em Brazlândia, Asa Sul, Samambaia e Vicente Pires. Em uma das situações, houve tumulto e cinco pessoas foram conduzidas à 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires).

Em Brazlândia, uma senhora alegou não ter conseguido finalizar o voto para presidente, o que gerou confusão dentro da zona eleitoral. O juiz eleitoral determinou que todos os envolvidos na confusão fossem levados para a delegacia.

Em outra ocorrência, desta vez na Asa Sul, uma mulher contou ter apertado os números do seu candidato ao Palácio do Planalto e apareceu a fotografia. Logo em seguida, conforme o relato dela, a máquina teria começado a “carregar” e não confirmado o voto. A eleitora chamou o mesário e relatou o episódio, que foi registrado em ata.

Em Samambaia, na zona 21, um eleitor relatou um problema na hora de concluir o voto para presidente e, por conta disso, o equipamento precisou ser substituído.

“A urna está preservada. Tudo o que foi votado ali estará registrado. Acreditamos que o problema foi detectado no início e o mesário da seção deve ter feito a devida ocorrência para que fosse substituída tão logo o fato foi apresentado”, disse Fernando Velloso, assessor de imprensa do TRE-DF.

Fonte: Metropoles
Author: Carlos Carone

Comentários estão bloqueados.