Policial civil que atirou e matou tenente da PM passará por audiência de custódia

O policial civil responsável por atirar e matar o policial militar Herison de Oliveira Bezerra durante uma discussão em uma boate de Águas Claras passará por audiência de custódia nesta terça-feira(16). Pericles Marques Portela Junior segue preso na carceragem do Departamento da Polícia Civil.

Na audiência será definido se o policial ira aguardar a conclusão do inquérito policial em liberdade ou preso. A Corporação informou que um processo administrativo para avaliar o caso foi aberto.

Entenda o caso

Na madrugada desta segunda-feira (15), Herison morreu após ser atingido por três disparos de arma de fogo. Péricles Marcos foi o responsável pelos tiros que tirou a vida do tenente da Polícia Militar do DF, lotado no 10º Batalhão, em Ceilândia.

Um vídeo mostrou os últimos momentos do militar. Nas imagens ele passa pelo policial civil e após um esbarrão, se inicia a discussão. O policial civil saca a arma e, em seguida, o tenente faz o mesmo. Na sequencia ele é alvejado e cai no chão da casa de festa.

Uma mulher que estava no local também foi atingida. Ela levou um tiro na perna e foi encaminhada ao Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF).

Em nota a PMDF lamentou a morte do tenente. O documento lembra que Herison foi homenageado pela Câmara dos Deputados, em 2018, pelo excelente trabalho exercido na Corporação.

O velório de Herison de Oliveira Bezerra será nesta terça. O sepultamento está previsto para às 11h no Cemitério da Esperança, em Brasília.

The post Policial civil que atirou e matou tenente da PM passará por audiência de custódia appeared first on JBr..

Fonte: jornaldebrasilia / odemocrata / noticiasdebrasilia / capitaldoentorno
Author: Ana Lúcia Ferreira

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*