fbpx
Cidades

Previdência: partidos ameaçam deputados que desrespeitaram orientação


Plenário da Câmara durante a discussão do texto-base da reforma da Previdência.
Plenário da Câmara durante a discussão do texto-base da reforma da Previdência.| Foto: Luis Macedo/Agência Câmara

Ao menos três partidos que fecharam questão sobre a reforma da Previdência tiveram deputados dissidentes: PDT, PSB e PSDB. As informações são do jornal Folha de S. Paulo. A deputada Tabata Amaral (PDT) votou a favor da reforma e se insurgiu contra a orientação do partido – dos 27 deputados, 8 foram contrários. A legenda prometeu punir a parlamentar. No PSB, o deputado Felipe Rigoni votou a favor – mas, a legenda fechou questão contra. Dos 32 deputados, 11 deram sim à reforma. Já o PSDB, que havia combinado de aprovar a Previdência, viu a deputada Tereza Nelma ir contra no plenário. As punições variam de advertência a censura pública, suspensão e até expulsão.

Leia Mais

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar