Vítima acusa João de Deus de tentativa de assassinato

A reportagem do Fantástico investigou, durante três meses, os processos contra o médium João de Deus, preso acusado de abusos sexuais, e descobriu novos casos de ameaças, assassinatos, tráfico de drogas e até de urânio, um material radioativo.

Em entrevista à TV Globo, uma mulher relatou ter sido vítima de estupro e tentativa de assassinato quando o médium tinha 30 anos, em 1973. Na época, a vítima tinha 17 anos.

Nos relatos, ela conta ter sido abusada por João de Deus embaixo de uma ponte em Adadiânia (GO). Segundo a vítima, após ter sido estuprada, ela começou a sangrar muito e o médium decidiu matá-la com agressões e, pelo menos, três tiros.

“Um tiro quebrou todos os meus dentes”, contou a vítima.

Após a tentativa de assassinato, a mulher afirma ter sido jogada num rio. Ela sobreviveu e só falou sobre o caso após 46 anos, depois que o médium foi preso.

Como destaca o Fantástico, o crime aconteceu em 1973 e João de Deus não pode mais responder pelo caso. Após a prisão do médium, há três meses, novos casos de abusos sexuais têm sido denunciados.

João de Deus se tornou réu  no início do ano pelos crimes de estupro de vulnerável e violação sexual, após a juíza Rosângela Rodrigues dos Santos aceitar a denúncia oferecida pelo Ministério Público de Goiás.

O post Vítima acusa João de Deus de tentativa de assassinato apareceu primeiro em O Democrata.

Fonte: odemocrata
Author: O Democrata

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*